Apresentação

O Projeto Aranduassu tem sua origem em diálogos entre o PPGDRS/UEMS e a Diretoria do Campus da UFMS/Ponta Porã para fins de aproximar as universidades da sociedade e buscar o desenvolvimento territorial. Nisso vincula-se uma proposta de Seminário Internacional, que visa discutir o desenvolvimento regional em várias perspectivas e por iniciativa do Mestrado em Desenvolvimento Regional e de Sistemas Produtivos (PPGDRS), da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), unidade de Ponta Porã-MS, em conjunto com o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, da UNIOESTE, Toledo, que foi “nucleador” do primeiro,  buscou-se fomentar as discussões sobre desenvolvimento de forma a abranger diversos campos de atuação, como folclore e cultura, educação, tecnologia, economia e sociedade. A partir dessa ideia e da proximidade entre os programas citados o projeto Aranduassu desenvolveu-se e culminou na criação de uma rede entre programas de Pós Graduação na área de Planejamento Urbano e Regional/Demografia, aberto para a participação de áreas afins, como economia, geografia, entre outras, com intuito de possibilitar troca de experiências e complemento de projetos de desenvolvimento, nas áreas citadas, em diversos territórios, estando aberto à inclusão de grupos Internacionais por meio de convênios.

Essa parceria levou a realização de ações conjuntas, como o Seminário Internacional de Integração e Desenvolvimento Regional, que incorporou o Mestrado em Desenvolvimento Regional, da Universidade do Contestado, Canoinhas-SC. Esse pequeno grupo passou a contatar outros Programas para formar uma rede de desenvolvimento regional e, frente a isso, nasce o Grupo Aranduassu Desenvolvimento, que possui em sua estrutura um leque de Cursos e Programas de Pós Graduação, que atuam de alguma forma com Desenvolvimento Regional.

Essa proposta permitiu a criação do Grupo Aranduassu Desenvolvimento, composto por oito Cursos de Pós Graduação na Área de Planejamento urbano e Regional/Demografia e um Grupo de docentes que estão propondo um Mestrado em Economia Aplicada, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Esse Grupo possui um projeto comum, que é o Seminário Internacional de Integração e Desenvolvimento Regional (SIDER), que se realiza a cada dois anos (http://sider.aranduassu.net/).